quinta-feira, 19 de julho de 2012

O Sagrado em Nova Cruz/RN: Perspectivas da Geografia Cultural e do Turismo Religioso no Espaço da Festa de Nossa Senhora Imaculada Conceição


 Paroquia Imaculada Conceição – Nova Cruz/RN
 Fonte: Portal Paroquia de Nova Cruz, 2012.

Simara Nelwma Caetano Costa - UEPB/CH/DG.
Belarmino Mariano Neto – UEPB/CH/DG.


RESUMO

Este trabalho expressa a necessidade de compreender o espaço da cultura e do turismo religioso diante da realidade da Festa de Nossa Senhora Imaculada Conceição em Nova Cruz/RN. A cultura desse município emana de uma ocupação territorial ribeirinha, onde boiadeiros que transitavam da Paraíba e do Pernambuco se acolhiam e desta forma deu origem a organização espacial. O estudo aborda os conceitos de cultura, turismo religioso, espaço sagrado e espaço profano para o embasamento da pesquisa. A importância da religião enfoca as faces do catolicismo como valor imponente e relevante principalmente através dos festejos religiosos. Portanto, o olhar para o sagrado evidencia a forte influência dos festejos religiosos no tempo, no espaço e na dinâmica da paisagem. Para tanto é caracterizado o território da fé pela relevância da projeção e dimensão que essa ocupa através de aspectos como a vivencia e devoção, desta forma, enfoca-se a territorialidade da fé nas ações dos fiéis e devotos ao se dedicarem as celebrações, penitências, peregrinações, quermesses, doações e interação entre grupos na produção da festa. As abordagens sobre o espaço sagrado e espaço profano e suas respectivas atividades apresentam características fundamentais para a caracterização do tipo de turismo predominante. Portanto, o objetivo central desse trabalho consiste em analisar a Festa de Nossa Senhora Imaculada Conceição como aspecto original da cultura e potencialidade turística do município de Nova Cruz. Para tanto, foi realizada uma pesquisa bibliográfica com autores que tratam dos assuntos geografia cultural e turismo religioso, coletou-se informações em sites especializados na temática e por ultimo, realizou-se uma pesquisa participante através de observações e registros fotográficos. A partir desse estudo, pôde-se compreender que o potencial da cultura e do turismo no enfoque dos festejos religiosos em Nova Cruz se revela imponente e a sua tradicionalidade transmite e preserva a herança cultural novacruzense.

Palavras-chave: Cultura, Turismo e Religião.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

VIVA SÃO SEBASTIÃO! Da Proteção aos Fiéis à Proteção a Cultura: Uma Análise da Festa de São Sebastião como Potencial Turístico-cultural


                                          Fonte: lindasmensagenseoracoes.blogspot.com
 
Profa. Esp. Edvânia Vieira Adelaide
Prof. Dr. Belarmino Mariano Neto
Universidade Estadual da Paraíba

RESUMO

O Turismo Cultural compreende a motivação do turista em procurar e vivenciar outras culturas. O grande mérito desta nova modalidade turística, além da visão econômica, é fazer do turismo uma atividade capaz de promover e preservar a nossa cultura. Deste modo, este trabalho tem por objetivo: analisar os valores culturais da Festa do Padroeiro São Sebastião que ocorre no Município de Lagoa de Dentro-PB, localizada na porção setentrional da Mesorregião do Agreste, mais precisamente na Microrregião de Guarabira, que vê sua cultura ser esquecida pelo processo de globalização, bem como, formular a partir de um estudo sintético e crítico, referências que possibilitem o melhor entendimento sobre a importância da cultura, e como transformá-la num meio de renda para sua população dentro do enredo do seu mais forte traço cultural - a Festa do Padroeiro São Sebastião. Como aporte teórico sobre: Território, Cultura e Turismo, foram destacados os autores: Becker (1983); Rückert (2005); Claval (2001); Cariolano, Leitão, Vasconcelos (2009); Corrêa, Pimenta, Lacerda (2009), entre outros. O estudo se encaminha para uma reflexão sobre o valor da cultura e de como essa influência na paisagem e na vida individual e coletiva de um povo. Esta pesquisa, trás como método a fenomenologia, uma vez que pretende analisar os comportamentos sociais ocorridas dentro do referido Município, entendê-los e apontar os melhores caminhos para alcançar os objetivos propostos pelo trabalho. A partir da análise, é possível um planejamento voltado para inserir a cultura lagoadentrente, dentro do enredo da Festa de São Sebastião, tornando essa, um meio significativo de resgate e preservação do seu maior bem, sua identidade.

Palavras-Chave: Turismo, Festa e Cultura.