segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Resenha sobre o Livro: "Perdido de Volta"



                                                                        Miguel Gullande

Nestes últimos dias passei ouvindo uns fados portugueses e também tive a oportunidade de encontrar e ler o Romance de Miguel Gullander, publicado pela Língua Geral em 2007, com o título de "Perdido de volta". 
Primeiro é importante dizer que a própria história original do autor já é por essência muito rica de geografias culturais e ambientais, pois o moço escritor tem pernas e braços sueco-luso-africanos e experiências de vida intercontinentais, entre outras. Acredito que a escolha desse romance para a coleção ponta de lança é muito bom para o público leitor brasileiro, pois tudo é muito novo no pensamento do Miguel Gullander, gostei essencialmente das contradições e paradoxos apresentados nos fragmentos românticos do autor. Começo dizendo que existe uma especie de escritos quânticos ou fractais em suas escrituras. Um desafio constante ao leitor que constantemente é arrastado para mares, praias e montanhas distantes; para cavernas e bordas de vulcões; ou para subúrbios de Lisboa, Bombaim entre outros. 
Os textos de Gullander lembram escritos libertários e uma desafiante e brincante investida de valorização do léxico com deferentes pontos de partidas. Lembra recados de Mella, (1989), quando afirma que ...“As palavras são o veículo obrigatório na transmissão dos conhecimentos. Através delas, as gerações vão-se transmitindo os seus erros e verdades, os primeiros mais que os segundos. Imitadores uns dos outros, não acertamos  a empregar na luta mais que as mesmas armas de nossos contraditores. Com palavras pretendemos destruir o império das palavras”...(MELLA, Ricardo.  In: Educação Libertária,   p. 79/80). o mais forte no Romance Perdidos de Volta é a gente mergulhar dentro dele e se deparar com cenários imperfeitos, personagens imperfeitos e contradições culturais perfeitamente bem arranjadas pelas construções do autor. 
Também lembrei de imagens caleidoscópicas, desse espaço tridimensional construído a partir de três lâminas de vidro espelhadas, postas em oposição que, reproduz ilusórias imagens. Colocados cacos de vidro coloridos, miçangas e outros fragmentos, sem ordem de distribuição, estes representam o caos, a completa desordem, mesmo limitado a cônico espaço de reduzidos diâmetros. Mas se movimentamos este cilindro, observando a posição dos fragmentos, notamos uma verdadeira ordem universal, ou seja, o cosmo em um vitral harmônico, mesmo sabendo que o mecanismo é pura geometria euclidiana. Perdidos de volta me leva a escritos que gosto de exercitar como vidraças - http://observatoriodoagreste.blogspot.com.br/2012/06/vidraca.html . 
Gullander conseguiu em Perdidos de Vota fragmentos de histórias e os personagens são ao mesmo tempo reais e alienígenas  míticas e sagrados. Não sei de a editoração percebeu, mais os títulos de cada capitulo formam uma certa poesia e na medida em que vamos lendo cada capitulo, nos sentimos envolvidos pelos personagens que quase não se repetem. gosto literalmente de títulos como "O beijo do louva-deus" e me lembro em alguns trechos do seu romance de alguns fragmentos do que gosto de escrever como a "nudez do sagrado", postado no blog (http://essencialismo.blogs.sapo.pt/307.html). Quando a gente ler um "candeeiro congelado, chuva em queda e, na testa, o cabelo colado", sente-se na pele as noites nos subúrbios de Lisboa. A pergunta que fica é será que o autor escreve essencialmente o que viveu em diferentes dimensões de sua vida?

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

3 Congresso Jurídico do Centro de Humanidades - UEPB

7ª Semana de Extensão da Universidade Estadual da Paraíba



Será realizada, entre os dias 23 e 26 de outubro, a 7ª Semana de Extensão da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), que irá reunir estudantes, professores, pesquisadores, além de toda a comunidade acadêmica, para debater acerca do tema “Sustentabilidade Regional no Século XXI: Tecendo diálogos e construindo novos cenários”. O evento acontece no Campus I, em Campina Grande, no bairro de Bodocongó, e irá contribuir para o fortalecimento da dimensão extensionista que envolve ensino, pesquisa e extensão.
Durante a realização da Semana de Extensão serão realizadas mesas redondas, comunicação oral, minicurso, pôsteres, feira de extensão, além de apresentações culturais. Estarão à disposição dos participantes os seguintes temas: Comunicação, Cultura, Direitos Humanos, Educação, Meio Ambiente, Saúde, Tecnologia de Produção e trabalho.

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Estudante da UEPB foi assassinado - Mobilização por Justiça



LUTO E JUSTIÇA

"Olá, venho aqui pedir um favor. Um favor não somente para mim, mas para toda a sociedade. Neste domingo o jovem suedson magno 
de lima (http://www.facebook.com/suedson.magno?fref=ts ) foi morto de maneira covarde por um policial civil na saída de uma festa na cidade de Alagoa Grande. Suedson era estudante da Universidade Estadual da Paraiba e trabalhava como vendedor. Um ótimo filho e amigo que, infelizmente, foi retirado do convívio dos que o amavam. E para que este crime não seja mais um número nas estatísticas e que não seja esquecido como mais uma vítima da maldade dos homens está sendo feito um abaixo assinado em forma de protesto para que o ocorrido tome notoriedade e que pressione as autoridades a tomarem medidas justas para com o assassino de Suedson. Você assinando estará contribuindo para que covardes como este policial não cometam tal conduta novamente. Crimes como este não devem ser visto e conceituados como algo comum. A morte de um
jovem bom cheio de planos e sonhos não é algo normal! A morte de um jovem como Suedson não deve ser vista como mais uma que vemos todos os dias. A morte de ninguém deve ser vista assim! O assassinato deve ser tratado de forma revoltante não só pela família e amigos da vítima, mas sim por todos nós! Ninguém está imune a tal tragédia. Pensamos que estes fatos estão longe da nossa realidade. Eu pensava assim e, infelizmente, estava errado. Vocês assinando estarão ajudando de forma exemplar. Pedindo para seus amigos assinarem e repassarem o abaixo assinado estarão ajudando de uma forma extraordinária! Se você já assinou, agora repasse. Se já passou para seus amigos, repassem para os que ainda não assinaram! O link do documento é este:http://www.avaaz.org/po/petition/Justica_no_assassinato_de_Suedson_Magno/?fqXJHbb&pv=1  ASSINEM E REPASSEM!" - Palavras do professor.

Missa na UEPB, Campus III

Caros colegas professores, funcionários e alunos,

A Chefia Departamental, a Coordenação do Curso e o CA de Letras convidam toda a comunidade acadêmica para a Missa de 7º dia em sufrágio da alma de SUEDSON MAGNO DE LIMA, nosso aluno e colega do curso de Letras, brutalmente assassinado no último dia 30/09.

A cerimônia será realizada na terça-feira, 09 de outubro, às 15h30, em frente à Coordenação de Letras, na Universidade Estadual da Paraíba, Campus III, Guarabira-PB.

Desde já, agradecemos a todos que comparecerem a este ato de solidariedade cristã.

Chefia  Departamental - Fátima Aquino e Rosilda Alves
Coordenação de Curso - Suely Costa e Sueli Liebig
Centro Acadêmico de Letras - José Thiago Xavier e Ana Caroline