segunda-feira, 26 de novembro de 2012

GUARABIRA, O FUTURO, NEM VERDE NEM MADURO



Alexandre Moca
Alexandre Moca - Texto e imagens
Extraído do: http://www.facebook.com/alexandre.moca 
Guarabira em seus 125 anos de emancipação política

Cada qual que reside em Guarabira desenvolveu uma maneira própria de olhar a cidade, angulado, certamente, a partir do local onde mora, trabalha, se diverte ou até mesmo a partir de suas expectativas com a relação a cidade. Olho Guarabira fotograficamente há algum tempo e hoje, que ela completa mais um ano da sua emancipação política, entendo, modestamente, que o maior desafio continua sendo trazê-la para o presente, um presente no formato que a urbe precisa e merece, considerando o seu tamanho e importância. 
Temos que transformar o orgulho de inegavelmente sermos polo industrial, comercial, político e econômico de toda uma região, em contribuição efetiva para sair do caos urbano em que nos transformamos. Coisas simples como: em havendo lixeiras, que não joguemos o resto do saco de batatinhas no meio da rua; em havendo calçadas, que elas sejam dos pedestres e não dos comerciantes que não se contentam co
m o espaço físico de suas lojas, dentre outros comportamentos mais simples ainda, porém cidadãos.
Que Guarabira possa oferecer oportunidade a todos, mas com alguma ordem e disciplina. Que o receio de ferir interesses individuais ou de grupos não atrapalhe o que pode ser feito para melhorar a cidade de todos.
Que o ato de criticar seja cada vez mais construtivo e, se possível, venha acompanhado de alguma boa sugestão. Que a denuncia sobre a omissão, ação ou inação do poder público seja um gesto cidadão e não venha imantado da politiquice que só serve para nos manter fixados no atraso e ancorados na ignorância.
Que os que fazem a mídia sejam capazes de convocar a população para as grandes discussões a respeito do futuro da cidade, tornando-se partÍcipes ativos do seu desenvolvimento.
Não é muito, tenho certeza, mas seria um bom começo.
 — GUARABIRA CENTENÁRIA (16 fotos)

Nenhum comentário: