sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

O PSOL Guarabira na Contracorrente da política local




Por Belarmino Mariano Neto

“Nada deve parecer impossível de mudar” Bertold Brecht

Queremos começar esse pequeno artigo com essa importante reflexão de Bertold Brecht, pois analfabetismo político se acaba com educação ou Pedagogia Política, nesse sentido, nada é impossível de mudar. As ideais que seguem refletem uma visão política do PSOL em suas diferentes escalas e será a partir desses princípios que queremos fazer de 2016, um ano para mudanças políticas de verdade.

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL-50) é o único partido que realiza prestação de contas em praça pública. Utiliza a “Esquina Democrática” para prestar contas à sociedade das suas ações, arrecadações e gastos partidários. Isso acontece em locais onde o PSOL possui parlamentares em atuação.

A luta do PSOL é por mais direitos e na contracorrente é de fato a única oposição de esquerda do Congresso Nacional na atualidade.   Não estamos na política para sermos mediadores das políticas corruptas, dos políticos golpistas. Somos radicais nas nossas posições políticas e não iremos tolerar esses esquemas desviantes adotados pelos partidos controlados pelas elites dominantes.

O sistema político brasileiro é montado dentro de um esquema, onde aqueles grupos que estão no poder devem no máximo revezar-se no poder. Isso é o que estamos vendo faz algumas décadas em que os grupos neoliberais e a partidos corruptos negociam o controle do poder, em alianças prejudiciais aos trabalhadores e a sociedade em geral.

Nós do PSOL adotamos alguns princípios, estaremos: na contracorrente, convictos, firmes, coerentes e aguerridos, não abandonaremos as nossas bandeiras quando em defesa do socialismo com democracia e Liberdade. Para isso temos conteúdo político para denunciar os desmandos das forças conservadoras. Temos capacidade para fazer o correto debate político, com clareza e com coragem.

Nossa pré-candidatura para prefeitura de Guarabira em 2016 veio para contrariar interesses, estamos na contracorrente e não estamos aqui para entrarmos nesse jogo de promessas vazias da velha política. Estamos aqui para quebrarmos com essa política tradicional revestida de hipocrisias. A autenticidade é fundamental. Somos autênticos, no que defendemos e nos colocamos como Porta-vozes de grupos sociais que são descriminalizados, entre eles: Comunidades Negras, Povos de terreiros, mulheres, velhos, LGBT´s, crianças e jovens pobres, animais e meio ambiente, estão em nossas pautas governamentais, para além de eleições.


A população guarabirense de hoje esta cansada de usos e abusos de políticos viciados. Que em 2016 o povo desse município, possa fazer uma limpeza pública dos que ocupam o poder nesta cidade para que possamos experimentar uma nova maneira de governança, com a efetiva participação popular com servidores públicos municipais, que atualmente, também são excluídos do comando e da tomada de decisões.

Fonte: 
Artigo montado a partir de direcionamentos da Executiva Nacional do PSOL, através dos seus documentos oficiais. http://www.psol50.org.br/

Nenhum comentário: