quinta-feira, 28 de abril de 2011

CARRASCO - Memória das Ligas Camponesas em Guarabira

“A MEMÓRIA DAS LIGAS CAMPONESAS E A CONQUISTA DA TERRA DO CARRASCO EM GUARABIRA/PB”


José de Arimatéia da Silva¹; Belarmino Mariano Neto²; Waldecir Ferreira das Chagas³

RESUMO:
Esta pesquisa estar sendo realizada no Agreste paraibano, microrregiões geográficas de Guarabira na zona rural conhecida como povoado do Carrasco. Nosso objetivo é analisar pela via da história oral e trajetórias de vida a constituição da luta pela terra com a organização das Ligas Camponesas em Guarabira e sua influência na consolidação do Carrasco enquanto um território dos agricultores que aderiram ao movimento e conseguiram conquistar a terra de morar e trabalhar. Para isso, pretendemos identificar os problemas sócio-econômicos, políticos e culturais da área e apresentar um quadro das diferentes situações históricas locais. Nossa metodologia baseia-se na pesquisa empírica pautada no diário de campo, entrevistas gravadas, registro fotográfico e resgate da memória a partir da história oral e das trajetórias de vida dos agricultores que viveram durante o período em que as Ligas Camponesas comandavam a luta pela terra na Região pesquisada.
A observação participante também será utilizada para melhor organizar as informações colhidas. Estamos fazendo uma caracterização histórica e geográfica da área de pesquisa a partir dos próprios agricultores que vivem e trabalham no Carrasco. Como todas as famílias que vivem no Carrasco são originárias da luta empreendida pelas Ligas Camponesas de Guarabira, estamos dando prioridade para as entrevistas com as pessoas idosas. Já realizamos oito (08) longas entrevistas e pretendemos trabalhar com mais doze (12) agricultores ou agricultoras para fechar um grupo de vinte (20) longas entrevistas em um universo de sessenta famílias com moradias no Carrasco. Esta pesquisa tem como objetivo não só analisar a história oral, mas documentar uma história que, para alguns que já faleceram, acabou a partir de suas mortes não deixando, portanto, nenhum tipo de vestígio: nem escritos, nem falados que explicasse a participação desses camponeses na conquista da terra do Carrasco. Portanto, sentir a necessidade de realizar essa pesquisa para documentar o fato histórico que foi para o Carrasco e para a cidade de Guarabira, a partir da memória viva que ainda nos resta. Também não podemos deixar de citar a opressão dos fazendeiros junto à Polícia Militar que perseguia, por algumas vezes chegando a prender e torturar os camponeses. Esperamos que com a conclusão da pesquisa tenhamos conseguido resgatar importantes fragmentos da memória individual e coletiva, compondo assim a constituição histórica de importante momento da vida política e estrutura fundiária local.

Palavras-chave: ligas Camponesas, Memória, História Oral, Carrasco.
1. Aluno do curso de História, arimateiapra@bol.com.br

2. Profº Dr. (Orientador) Geografia UEPB/CH/DHG-Guarabira, belogeo@yahoo.com.br
3. Profº. Dr. (Co-Orientador) História UEPB/CH/DHG-Guarabira, luadeluanda@ig.com.br

veja na integra:
https://docs.google.com/viewer?a=v&pid=explorer&chrome=true&srcid=0BzuVaa1bm0peOWRjZjdlY2ItZWM0MC00MDUyLWJmMjItNzIwNzZhNTMxNjM4&hl=en

Nenhum comentário: