domingo, 1 de fevereiro de 2009

Abordagem sobre o lixo produzido na cidade de Araruna-PB, com vista a reciclagem

Maria de Fátima de Lima Gomes

ORIENTADOR: Prof. Ms. Joaquim Patrocollo Andrade da Silveira - UFPB/Areia
Co-orientadora Profª Drª Luciene Vieira de Arruda.

Geografia e meio ambiente

RESUMO

O excesso de produção de lixo vem aumentando assustadoramente em todo o planeta. Dessa forma, analisar as condições ambientais resultantes dos impactos provenientes do lixo é de suma importância. O objetivo deste trabalho foi abordar a problemática do lixo na cidade de Araruna-PB e identificar o que poderá ser reciclado. Após a coleta de dados e aplicação das entrevistas constatou-se que o montante de lixo produzido em Araruna corresponde a uma produção diária média de 9.595 Kg de lixo. Desse total, apenas parte do lixo seco é reciclado, aproximadamente 250 kg/dia, correspondendo a 2,9% do total. Em relação ao volume é produzido 48m³/dia, chegando a ser coletado 2,4 m³/dia correspondendo a aproximadamente 5%. 95% de todo o lixo produzido fica depositado no lixão acarretando sérios danos à saúde humana, bem como ao meio ambiente. O destino final de todo esse lixo produzido e que não foi selecionado para a reciclagem é a incineração realizada pelos catadores de lixo que ateiam fogo sem apoio técnico especializado. Observou-se que a área destinada para recepção deste montante de lixo é inadequada por se tratar de uma APP – Área de Preservação Permanente, onde os seus recursos hídricos recebem grande parte desses resíduos. Isso indica que a problemática do lixo em Araruna ainda é vista com indiferença e seu tratamento é muito precário, necessitando de maior assistência municipal junto aos coletores, assim como trabalhos relativos à conscientização ambiental para toda a comunidade.
Palavras-chave: Lixo, Reciclagem; Meio Ambiente

Nenhum comentário: