segunda-feira, 26 de março de 2012

RELATOS DE AÇÕES DA UEPB GUARABIRA



 

RELATÓRIO DO CH/UEPB 2010/2011



2010 - Diretor: Belarmino Mariano Neto

Diretora Adjunta: Wanilda L. Vidal de Lacerda

2011 - Diretor: Belarmino Mariano Neto

Diretor Adjunto: Agassiz Almeida Filho






 
1. INTRODUÇÃO


A Direção do CH vem através do presente relatório dar ciência à comunidade acadêmica e as esferas administrativas da UEPB, das diversas atividades acadêmicas, administrativas e situações que tem tido lugar no Centro de Humanidades durante os anos 2010/2011. Vale destacar que muitas das conquistas durante estes dois ultimos anos, só foram possíves devido a autonomia da uepb como um todo.

O Centro de Humanidades (CH), instalado no Campus III da UEPB, Guarabira, realiza estudos, pesquisas e extensões em nível de graduação e pós-graduação, distribuídas em cinco departamentos, sendo eles: Departamento de Geografia; Departamento de História; Departamento de Letras; Departamento de Educação e; Departamento de Ciências Jurídicas. São cinco (05) cursos de graduação nas áreas de História, Geografia, Letras (Línguas: Habilitação I – Língua Portuguesa e Habilitação II – Língua Inglesa), Educação (Pedagogia) e Ciências Jurídicas (Direito).




Nesse momento, destacamos, desde a nossa equipe de gabinete, passando pela equipe de apoio, secretarias dos cursos e departamentos, setor do diploma, setor de informática (CPD), equipe da pós-graduação, CRDHA/PB e da Biblioteca do CH. Trabalhamos juntos, empenhados no melhor para a UEPB. No rol de conquistas, também os docentes de nossos diversos departamentos desempenharam importante papel, se comprometendo, criticando, ajudando, propondo. Assim, diversos projetos de pesquisa, extensão, pós-graduações, e outras tantas ações coordenadas em cada um dos cursos engrandeceram o Centro de Humanidades. O reflexo mais visível da atuação conjunta dos nossos professores foi a histórica conquista da separação dos departamentos de História e Geografia e Letras e Educação.

Os estudantes, organizados no DCE e Centros Acadêmicos ou através de turmas, também cumpriram importante papel em nossa gestão, sempre críticos, vigilantes, fiscais e autônomos. Assim, conseguiram apresentar suas reivindicações que, em sua grande maioria, foram atendidas. Nesse sentido, houve o aumento do número de bolsas de estágios, monitorias, extensão, pesquisas e a criação das bolsas de manutenção, além de novas vagas de vestibular. Um significativo quadro de viagens de campos, viagens para congressos, encontros e seminários, levando centenas de estudantes dos cursos do CH para outros estados do país, aprendendo enquanto faziam Ciência.

Essa construção coletiva, com a contribuição dos três segmentos ocorreu através de uma gestão de portas abertas a comunidade, pelo respeito aos princípios democráticos e éticos, o compromisso com as diversidades, à pluralidade de ideias, à coisa pública, à autonomia departamental e o compromisso com uma gestão direta e participativa.

Durante o biênio de 2010 a 2011, criamos e apoiamos fóruns de debates com a sociedade civil organizada e os poderes constituídos, sobre o real papel de nossa universidade para a região. Contribuímos com a articulação do Território de Cidadania do Piemonte da Borborema para o desenvolvimento territorial rural sustentável; participamos da organização da 1ª jornada pelo Desenvolvimento do Brejo Paraibano; participamos de ações culturais locais, oferecemos cursos de extensão para a comunidade local, contribuímos com os conselhos municipais de direito, conselhos tutelares, com ações do poder local e oferecemos várias oficinas sobre direitos humanos através do Centro de Referencia em Direitos Humanos do Agreste (CRDHA/PB).

Nesse último biênio, diversas atividades da UEPB foram destaque em diversos veículos da mídia local e regional como blogs e programas das rádios locais, além da devida publicação no site oficial da UEPB, levando informação e atraindo muitas pessoas da comunidade para participar dos eventos promovidos em nosso Centro.

            A aproximação do nosso centro com a comunidade guarabirense foi um dos objetivos que mais perseguimos nesse último biênio. Buscamos a Câmara Municipal de Vereadores, o poder executivo, a Ordem dos Advogados do Brasil, a Comarca de Guarabira, o Sebrae, a Diocese de Guarabira, entidades como o Sedup, a Fundcuca, a AMEEC, a Talita, as Pastorais Sociais da Igreja Católica, o Batalhão da Polícia Militar, Emater/Emepa, SESC, 20 Regional de Ensino, 20 Regional de Cultura, Sindicatos, Associações, a Ordem DeMolay da Loja Maçônica Tiradentes, entre tantos outros atores que compõem a sociedade da cidade de Guarabira.



Mudanças Departamentais:



Vale destacar que até 2011 o CH, contava apenas com três departamentos, mas conforme publicação no Diário Oficial do Estado da Paraíba, do dia 13 de maio de 2011, às páginas 9 e 10, com decisão por ad referendum, a Magnífica Reitora Marlene Alves, atendeu a nossa demanda pela reestruturação dos departamentos do CH, Geo-História e Letras e Educação. A partir dessa data, o CH passou a se estruturar em cinco departamentos: Ciências Jurídicas; História, Letras, Educação e Geografia. Essa importante decisão vem facilitando o funcionamento e o acompanhamento de cada departamento das atividades acadêmicas de ensino, inclusive, por áreas, monitorias, pesquisa e extensão, além das atividades administrativas.

Com essa decisão passamos a ter melhores condições de buscar meios técnicos e acadêmicos para a ampliação de demandas científicas em editais institucionais como o CNPq, Capes, PROPESQ, entre outros. Outro importante aspecto passou a ser a facilidade para corrigir as distorções das áreas de conhecimento, contribuir com as coordenações de cursos para acelerar os processos de atualização e reconhecimento dos Projetos Políticos Pedagógicos dos cursos, além de incentivar o corpo docente à qualificação e à produção acadêmica dentro dos padrões de qualidade das IES.

Os departamentos terão melhores condições de dialogar com a coordenação de curso, de definir melhor as demandas de cada docente, de conduzir atividades de aprofundamento de suas questões especificas, de fortalecer, em reuniões, os debates acerca de suas temáticas científicas, saindo de reuniões, às mais das vezes, meramente burocráticas, enfadonhas e pouco produtivas. Esse desmembramento também foi providencial, pois ampliou ainda mais o processo democrático do Centro, com o acréscimo do número de conselheiros do COC.

Os projetos para a separação dos departamentos passou pela importante contribuição, analise e parecer dos Pró-reitores de Planejamento e Administração - Professor Rangel Jr. e Professora Célia Regina, pelo compromisso, empenho e exigências na condução desse processo; também passou pela Procuradoria Geral da UEPB, na pessoa do prof. Ebenezer Pernambucano, que nos assessorou no correto trâmite do processo, respeitando as normas regimentais e estatutárias da UEPB. Depois de feitos todos os tramites legais, o projeto foi finalmente aprovado por unanimidade pelos conselheiros do CONSUNI.


A pós-graduação no CH

 No campo da pós-graduação, existem cinco cursos de Especializações sendo: dois do Departamento de Letras, nas áreas de literatura e linguística; um em Geografia e Território: Planejamento Urbano, Rural e Ambiental; um em História Cultura e o outro em Direitos Fundamentais e Democracia. Estes cursos, alguns ainda em andamento, contribuíram diretamente para que dezenas de estudantes do CH fossem aprovados em mestrados na Região, com aprovações na UFPB, na própria UEPB, na UFPE; na UFRN; UECE e na UFMS. Um destaque para as áreas de geografia, História, Letras e Direito, inclusive com a aprovação de dois ex-alunos com aprovação em doutorados na área de Literatura e de Educação.

Na perspectiva da Pós-graduação em nível de Mestrado, foram encaminhados a PRPGP, duas propostas, sendo uma na área de História Cultura e outra na área de Ciências Humanas, Educação e Contemporaneidade. O principal resultado foi o encaminhamento para a Capes do projeto para o Mestrado em História, que contou com visita de consultores da Capes, agora em fevereiro de 2012, onde se avaliou capacidade de instalação e sugestão de ajuste em linhas do projeto, com vista a reapresentação para a cota de 2012. Nesse sentido o Departamento de História, juntamente com a PRPGP, continuam com o grupo de trabalho para que até o meio do ano, se consiga a reapresentação da proposta, dentro das observações exigidas pela Capes.

Algumas atividades foram destaque, pela importância acadêmica a exemplo da: V Semana de Humanidades, II e III Mostra Pedagógica “Fazendo Ciência”; I e II Congresso de Ciências Jurídicas, organizado pelo Centro Acadêmico de Direito, com total apoio do CH; dos cursos de especialização; dos seminários, palestras e cursos de extensão oferecidos a comunidade local.

Outro destaque das atividades do CH durante o ano de 2010 foi a execução do Projeto Centro de Referência em Direitos Humanos do Agreste da Paraíba – CRDHA/PB, que estava sob a coordenação do professor Agassiz de Almeida Filho e passou a ser coordenado pelo professor Thiago Bernadon, com a participação dos professores Luis Tomás Domingos, Gilvan Torres, Glauco Coutinho e Luciana Nascimento. O CRDHA/PB envolveu oito (08) bolsistas e foram realizadas diversas atividades ao longo do ano, aproximando a UEPB da sociedade civil e das comunidades locais. Estas atividades se estenderam para o ano de 2011, incluindo a criação da Especialização em Direitos Fundamentais e Democracia e o II Congresso em Direito, direcionado para os direitos humanos na contemporaneidade.

Os maiores destaques acadêmicos relativos ao corpo docente do CH foi a conclusão do pós-doc do Professor PhD Juvandi de Sousa Santos (DGH) com Tese-relatório sobre os Índios Cariris, junto ao Programa de Pós-doc de Arqueologia da Pontifica Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), com pesquisa que envolveu 17 sítios arqueológicos nos estados da Paraíba e Rio Grande do Norte, além de outros nove (09) sítios na França. Além disso, vale destacar que vários professores retornaram de seus doutorados e isso ampliou o quadro de doutores do CH que já ultrapassou a ordem de duas dezenas, com mais de 25 doutores, isso representa uma ampliação paulatina das atividades de pesquisa em nível de PIBIC, PROPESQ e cotas universais do CNPq, o que elevou aprovação de projetos nessa área de um para quatro e com bolsas de PIBIC e PROPESQ com mais de 25 bolsas, em uma proporcionalidade de 100%, da nossa capacidade de doutores, por projetos aprovados. Vale salientar que em alguns casos, professores doutores chegam a orientar até mais de projeto por conta ou edital, considerando a transição entre os dois biênios.



Conquistas acadêmicas na Graduação



Outro importante salto acadêmico para o CH veio do Departamento de Letras e Educação com a conclusão da primeira turma do curso de Pedagogia, formando 13 estudantes, bem como a reabertura de turmas de Pedagogia no turno noturno para o semestre 2011.1. Estas conquistas fortaleceram ainda mais a dinâmica acadêmica do CH, contribuindo para que os as turmas de Pedagogia da manhã possa interagir com as turmas noturnas, podendo cumprir componentes curriculares perdidos em semestres anteriores, bem como, o aumento no número de vagas para a área de Pedagogia. Com isso o curso criou as condições para a sua avaliação e reconhecimento pelo Conselho Estadual de Educação. Esse processo já foi iniciado, com inspeção realizada em fevereiro de 2012 e aguardo um desfecho final positivo.

Outra importante expansão acadêmica do Centro de Humanidades foi a abertura do Curso de Bacharelado em Direito no turno da tarde, iniciada em 2011. Essa conquista representou o maior avanço acadêmico do curso nos últimos anos. A partir desse evento, os cinco cursos do CH passaram a funcionar em dois turnos, o que representou a ampliação semestral do numero de vagas nas graduações. Ainda na área de Direito vale destacar o elevado indicie de bacharéis aprovados na prova de ordem da OAB, com 18 ex-alunos do CH. Esse dado colocou a UEPB entre as 30 melhores universidades do país na área de Direito.

Não podemos deixar de citar que as graduações ganharam melhores condições de trabalho com a melhoria da infraestrutura e aquisição de mais e novos equipamentos de novas tecnologias da informação, como rede de internet, laboratório de informática, ampliação do acervo da biblioteca em 100%, contando atualmente com mais de 22 mil livros.

Outro ponto a ser considerado foi o incentivo as atividades extracurriculares, tais como: congressos, encontros, seminários e colóquios, dos quais dezenas de estudantes participaram com apresentação e/ou defesa de trabalhos acadêmicos. Muitos destes eventos aconteceram fora da Paraíba, com o compromisso da universidade com a liberação de ônibus e em alguns casos, passagens e ajuda de custo.

Mais de 800 formandos ao longo do biênio e com média de 200 alunos por semestre, considerando os cinco cursos existentes no CH. É importante destacar que dezenas de formandos, foram aprovadas em concursos de diversos municípios da região.



Os programas de Extensão e de Monitoria no CH



Na área da Extensão entre os períodos de 2010-2011, já foram cadastrados na Pró-Reitoria de Extensão mais de 25 projetos. É importante destacar que estes projetos de extensão apesar de aprovados em seus departamentos, em muitos casos não estavam cadastrados o que pediu uma urgente articulação e planejamento para o devido engajamento dos projetos de extensão que estão funcionando no CH. Alguns projetos já foram concluídos, com seus relatórios de atividades apresentados e com certificados já encaminhados pela PROEX.

Para melhor funcionamento da extensão foram sugeridas e nomeadas as coordenações de Extensão para cada Departamento e o incentivo a participação do edital para projetos de extensão fez com que 25 projetos do CH fossem aprovados. Além desses 25 projetos com bolsas para os estudantes selecionados existem dezenas de outros projetos com cursos de extensão e grupos de estudos em pleno funcionamento no CH, inclusive com a rica participação de professores do quadro de substitutos e visitantes.

Assim, as pesquisas realizadas e as atividades de extensão, com orientação para estudantes, contribuem para uma maior qualificação discente e produção acadêmica docente, pois dos estudos resultam artigos científicos e monografias e, todos os anos são diplomados centenas de estudantes, com a apresentação e defesa dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC).

A atividade de monitoria também passou a fazer parte da vida acadêmica dos professores e estudantes, em especial com bolsas de monitoria, o que atraiu para a atividade, dezenas de estudantes, em todos os cursos em média de 03 a 05 monitores por departamento. Isso representa em cada ano uma média de 20 projetos de monitorias, que estão sempre se renovando a cada ano de atividade.



As demandas por Infraestrutura e pessoal



As demandas por infraestrutura foi encaminhado Memorando para a Prefeitura Universitária, em especial as urgências de infraestrutura previamente planejadas e fundamentais para o bom atendimento ao público.

Os esforços empreendidos por esta gestão para solucionar os cruciais problemas do CH, as urgências infraestruturais em setores estratégicos como recuperação de espaços físicos, readequação de salas, recuperação de telhados, pinturas, jardinagem, estacionamento e segurança eletrônica.

Nesse sentido foi articulado com as pró-reitorias de Administração e Planejamento, além da Prefeitura Universitária, ações urgentes e emergentes, com a garantia de pintura das salas de aulas, com inicio de obras em 2011.2 para os prédios antigos e reinicio dessa atividade no recesso para o prédio anexo, com previsão de termino agora em março de 2012, pois os serviços foram feitos, sem atrapalhar as atividades do CH. Ao todo foram pintadas todas as salas de aulas, bloco administrativo de direção, coordenações/departamentos, laboratórios, biblioteca, auditórios e demais setores.

Foram instalados ar condicionados sprit em todo o bloco administrativo e foi feita a recuperação de banheiro da sala de professores, bem como, divisórias com bloco de gesso em três espaços físicos grandes, com a instalação de miniauditório, salas de grupos de pesquisa em Geografia, Letras e História, além da sala de secretaria para atender aos cursos de especialização que passaram de dois cursos para cinco entre 2010 e 2011.

No campo do paisagismo foi possível a implantação do projeto “Flores no Campus” de autoria da professora Wanilda Lacerda. Com esse projeto, conseguimos recuperar todos os canteiros, com gramas, plantas ornamentais e flores. Esse projeto melhorou em muito o visual e a qualidade ambiental das pracinhas e corredores do CH. Para implantação do projeto foram comprados 630 metros quadrados de grama, feita a correção de solo dos canteiros e em trabalho de “Mutirão”, estudantes dos CA´s de Geografia e Direito, juntamente com outros alunos, professores e técnicos administrativos interessados, fizemos a recuperação e plantio das gramas e demais espécies de vegetais.

Várias outras demandas encaminhadas foram atendidas, a exemplo dos sistemas de climatização do auditório, biblioteca, atendimento de almoxarifado, recuperação de parte do sistema elétrico e cobertura de internet com uma ampliação da banda de recepção de 1mega para 6megas e sistema de rotiadores implantados em todos os setores do CH. Essa ação estabilizou a rede para as atividades administrativas e atividades acadêmicas.

Também foi possível readequar o espaço do setor de informática, com a ampliação do laboratório que funcionava com dez computadores, passando para vinte máquinas, todas conectadas a internet e com climatização do ambiente. A ampliação do laboratório de informática que foi trazido para a parte administrativa do CH, aproximando os vários alunos da graduação. Com as ações da equipe de informática foi possível aumentar o laboratório em 100%, saindo do patamar de 10 para vinte computadores. Com essa transformação o ambiente passou a ser utilizado também enquanto sala de aula para atividades ou disciplinas relacionadas às novas tecnologias da informação.

Outro ganho foi a instalação do palco em Madeira do Auditório do CH, acompanhado do sistema de som, data-show e telão e sistema de persianas nas janelas. Podemos afirmar que, com estas novas instalações o auditório do CH, com capacidade para duzentas pessoas, já se tornou o melhor auditório da cidade de Guarabira, que tem convergido para a UEPB/CH, importantes parcerias e eventos com outros setores da sociedade local, a exemplo de atividades dos movimentos sociais organizados, pastorais, OAB, ONG´s, sindicatos, EMATER, SEBRAE, fundações, etc. Entre estes dois últimos anos foram realizados congressos, encontros e seminários, além de palestras e mesas redondas organizadas, tanto pelo Centro, quanto pelos departamentos e coordenações de cursos, movimentando a vida acadêmica do CH para além da simples sala de aula.

Com um planejamento espacial, foi possível aumentar o espaço de salas de aulas em mais cinco salas, bem como na instalação de uma secretaria para a biblioteca, ampliando o espaço de uso da biblioteca e garantindo um espaço com todas as condições para cadastro/registro e recuperação de livros. Estas salas foram abertas com a simples transferência de ambientes como direção de centro, secretaria do CH, secretaria de pedagogia e laboratório de informática. Todos estes espaços livres viraram salas de aulas, ao passo que as demais atividades foram transferidas para o bloco administrativo.

Ainda com respeito à biblioteca setorial, vale destacar que centenas ou milhares livros novos, foram adquiridos pela a UEPB/CH. Saímos dos aproximadamente 15 mil livros para mais de 22 mil livros disponíveis aos estudantes, professores e técnicos da UEPB. Esse acervo vem crescendo a cada semestre letivo, pois passamos a estimular os professores e coordenadores de cursos que enviem as suas listas de necessidades. A Biblioteca conta hoje com um ambiente completamente novo, climatizado e com a troca de todas as estantes, por equipamentos adequados, pois as novas estantes possuem um sistema duplo de lado o que permitiu a melhor distribuição dos milhares de títulos de nosso acervo.

Com relação ao trabalho com apenados, o Centro de Humanidades foi beneficiado com quatro (04) novos prestadores de serviços, integrantes do projeto “O Trabalho Liberta”, da Secretaria de Estado da Cidadania e Administração Penitenciária (SECAP), o convênio tem por objetivo a reintegração social de albergados através da atividade de mão de obra remunerada. Estes trabalhadores passaram a atuar na área de limpeza das áreas externas do CH.

Ainda com relação aos prestadores de serviços, a UEPB passou a investir em segurança, com a contratação de uma equipe de seguranças que cobrem o CH durante as 24 horas do dia e da noite. São seis seguranças que atuam nos três turnos e matem a vigilância durante toda a noite.

O outro quadro de prestadores de serviços se relaciona a contratação de seis servidores de serviços gerais. Além desses trabalhadores, a universidade também contratou mais três técnicos de nível médio para cobrir os noves aposentados do quadro de servidores. Mesmo assim ainda possuímos carência por pessoal, mas o concurso público irá criar as condições para que os recém concursados possam assumir as suas funções.



Parcerias e Convênios de destaque para o CH



No decorrer do ano de 2011 importantes parcerias foram estabelecidas a partir da Secretaria de Educação do Governo do Estado e da UEPB, com destaque para o Brasil Alfabetizada, com envolvimento direto de 12 professores dos vários departamentos e mais de 100 estudantes das licenciaturas, com bolsas para o programa de letramento de jovens e adultos analfabetos ou semianalfabetos.

Também houve o envolvimento de professores, técnico-administrativos e estudantes dos diferentes cursos no projeto de Avaliação do Ensino Fundamental e Médio, intitulado como IDEB/PB. Esse projeto contou com centenas de participantes que aturam diretamente nas escolas estaduais da regional de Guarabira.

Outro e talvez o projeto mais importante dessa etapa de convênios com o governo tenha sido o Curso de Formação e Capacitação para os professores da Rede Estadual de Ensino, com formação dos professores em todas as áreas do conhecimento, orientação metodológica e pedagógica com vistas aos projetos e ao planejamento escolar. O Centro de Humanidades articulou as atividades para o Polo de Guarabira, juntamente com a II Regional de Ensino, dando formação para mais de 1.800 professores da rede estadual. Essa primeira etapa, ocorreu entre os meses de outubro e dezembro de 2011, sempre aos sados durante o dia todo. O que ficou entendido é que haverá a segunda etapa e juntas darão uma duração de 360 horas de atividades, o que representará uma especialização para os professores em formação.

Em parcerias diretas com o MEC foi instalado no Centro de Humanidades a partir de 2011 o curso de Pedagogia da Plataforma feira, com funcionamento aos sábados durante todo o dia. Os mais de 30 professores das redes municipais de ensino que ainda não possuíam a graduação em pedagogia estão tendo essa oportunidade. No começo de 2012 já foi implantada a segunda turma, e a previsão é que no próximo ano seja instalada uma nova, até que a regional seja completamente atendida por esse programa do governo federal em convenio com a UEPB.

            Outro importante convênio foi assinado pela professora Marlene e a 130 vara da justiça do trabalho. Esse convênio abriu a possibilidade para o CH se tornasse referencia nesse tipo de material de pesquisa. Esse projeto implicou na criação de um arquivo, com os vários processos trabalhistas que em muito servirão enquanto ferramenta de trabalho.



Resumo das nossas atividades e ações



A UEPB é hoje, reconhecidamente, uma universidade parceira dos movimentos sociais locais e das instituições que atuam no campo da educação, da justiça, dos conselhos, da segurança, dos meios de comunicação e dos poderes públicos constituídos e que dialogam diretamente com a nossa universidade, pois conseguimos com algumas atividades aproximar a UEPB da sociedade, segue alguns tópicos do que realizamos:



1)    A reestruturação departamental, com cinco departamentos com maior autonomia;

2)    Abertura do Curso de Pedagogia noturno;

3)    Conclusão da Primeira turma de Pedagogia e reconhecimento do curso;

4)    Abertura do Curso de Pedagogia da Plataforma Freire (Convênio MEC/UEPB);

5)    Abertura do curso de Direito no turno da tarde;

6)    Regularização das aulas com contratação de professores substitutos;

7)    Projetos de Monitorias: Dezenas de projetos com bolsas;

8)    Dezenas de Estágios não obrigatórios com bolsas;

9)    Apoio ao movimento estudantil organizado;

10) Implantação do controle acadêmico on line e treinamento de pessoal;

11) Aulas inaugurais para abertura dos semestres letivos;

12) Cursos de extensão em Espanhol, Inglês, Francês, ABNT, Projetos de pesquisa, etc;

13) Dezenas de projetos de Pesquisa em História, Geografia e Letras, com bolsas;

14) Projetos de extensão com 15 novos cadastros com bolsas;

15) Implantação do programa de bolsa manutenção (18 bolsas);

16) Convênio UEPB/Secretaria de Direitos Humanos do Gov. Federal (08 bolsas)

17) Dezenas de viagens para congressos e encontros das áreas;

18) Dezenas de trabalhos ou viagens de campo;

19) Instalação do Centro de Referência em Direitos Humanos – Convênio Federal;

20) Criação do Núcleo de Práticas Jurídicas em parceria com a OAB/Guarabira;

21) Implantação de atividades com Xadrez (Projeto X);

22) Criação da Coordenação de Esporte e Lazer do CH;

23) Mostras e oficinas de arte e cultura (pintura, leitura, Rádio, GPS, Rapel, etc);

24) Apoio ao DCE e CA´s na realização de dois torneios de futsal inter classes;

25) Instalação da Coordenação da pós-graduação;

26) Funcionamento de cinco turmas especializações;

27) Instalação de salas para grupos de pesquisa;

28) Projeto de Mestrado encaminha a PRPGP;

29) Centenas de estudantes aprovados em especializações e mestrados;

30) Apoio a publicações acadêmicas organizadas por professores e estudantes;

31) Realização e apoio eventos no campus (CPT, FUNDCUCA, MST, EMATER, ETC);

32) Envolvimento em fóruns, eventos e atividades da sociedade civil organizada;

33) Realização da I Jornada pelo Desenvolvimento do Brejo e Região;

34) Parceria com o governo do estado para instalação do PB-VEST (inicio em julho);

35) Ampliação da Biblioteca: Novas instalações, mais equipamentos e mais livros;

36) Criação da Secretaria da Biblioteca do CH;

37) Instalação do Laboratório de Geoprocessamento, Convênio Eletrobrás;

38) Conclusão do Auditório: Palco, climatização, sonorização e persianas;

39) Instalação do Mini-Auditório: Multimídia, persianas, climatização e acústica;

40) Instalação de mais bebedouros em todos os blocos do CH;

41) Instalação de novas lixeiras para coleta de lixo no campus;

42) Instalação do Arquivo Geral do CH com equipamento novo e moderno;

43) Transferência da Direção e Secretaria do CH para o bloco administrativo;

44) Recuperação do bloco administrativo: climatização, novas portas e equipamentos;

45) Instalação de equipamentos de segurança eletrônica;

46) Instalação de rede de wireless e democratização do acesso a internet;

47) Instalação de sala com TV de LED e equipamentos de som;

48) Aquisição de dez projetores multimídias (data-show) e laptops;

49) Organização do estacionamento;

50) Recuperação de redes hidráulicas, elétricas e de internet;

51) Recuperação de salas de aula: cadeiras, birôs, ventiladores, iluminação e pintura;

52) Apoio a instalação de um livreiro, espaço de divulgação de livros e revistas;

53) Realização de oficinas em Direitos Humanos;

54) Treinamento de pessoal para uso do sistema on line de cadastros e notas;

55) Avaliação institucional dos servidores para mudanças de nível;

56) Organização dos PCCR´s para ascensão funcional docente por departamentos;

57) Acompanhamento de processos administrativos on line;

58) Organização e controle do quadro de licenças e férias com liberação por setores;

59) Projeto do Regimento Interno para o CH em fase análise departamental;

60) Liberação de professores para qualificação docente;

61) Qualificação de funcionários do campus em nível de especialização;

62) Retorno de antigos servidores a disposição de outros órgãos;

63) Contratação de pessoal para serviços gerais;

64) Convênios com a comarca de Guarabira para apenados;

65) Espaço de apoio e cozinha para os técnicos administrativos e professores;

66) Apoio ao movimento sindical com atividades desenvolvidas no CH;

67)  Instalação de sistema de extintores de incêndio em todo o CH;

68) Ampliação do Laboratório de informática de 10 para 20 computadores;

69) Sistema de lâmpadas de emergências em todos os corredores;

70)  Dois congressos em Direito, encontros e seminários por áreas.

71)  25 doutores nos últimos cinco anos;

Confirmações das ações no site oficial da UEPB:

 Em resumo, segue por trechos de matérias publicadas online, as diversas atividades e conquistas do Centro de Humanidades nestes dois últimos anos. Esses dados são do site oficial da uepb: www.uepb.edu.br/ mas existem dezenas de informações que circularam na imprensa, saites e blogues da região, trantando sobre as ações da UEPB em Guarabira:

O Campus III da Universidade Estadual da Paraíba, localizado em Guarabira, realizará nesta quarta-feira (29), às 19h, no auditório da Instituição, a palestra “A corrupção no processo eleitoral e a corrupção nos Poderes Públicos”, em apoio à campanha educativa “Por uma eleição sem corrupção”. O objetivo da iniciativa é incentivar à conscientização dos jovens eleitores a respeito do processo democrático da escolha dos governantes.

Um projeto de extensão principiado no Campus III da Universidade Estadual da Paraíba tem adquirido destaque não apenas no Estado, mas em âmbito nacional. Trata-se da iniciativa “Educação para os presos”, que será oficialmente lançada no dia 24 deste mês, às 16h, na Penitenciária João Bosco Carneiro, em Guarabira, com a presença da reitora Marlene Alves e do governador em exercício, desembargador Luiz Sílvio Ramalho Júnior.

A Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (PROEAC) da Universidade Estadual da Paraíba, através do Departamento de Geo-História do Campus III, em Guarabira, vem realizando, desde o último mês de março, o curso de extensão “Cidadania e Identidades Negras nas Escolas”. A atividade acontece em Alagoa Grande, com o objetivo de capacitar os professores que lecionam na rede pública municipal daquela localidade do brejo paraibano, berço do Rei do Ritmo, Jackson do Pandeiro.

O Campus III da Universidade Estadual da Paraíba,  será receptáculo do  1º Congresso Jurídico do Centro de Humanidades (CH).  Destinado a estudantes e profissionais da área, o evento acontecerá de 17 a 19 de novembro, está sendo realizado pelo Centro Acadêmico de Direito Professor Antonio Cavalcante da Costa Neto (CADI) e trará o tema Direito Público Contemporâneo: Novos Desafios.

O Campus III da UEPB, localizado em Guarabira, celebra a aprovação dos alunos do curso de Direito em exames e estágios, bem  como excelentes resultados em atividades relacionadas ao Centro de Referência em Direitos Humanos do Agreste - CRDHA/PB. Além disso, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) daquele município efetuou uma parceria com o Centro de Humanidades (CH), para instalação do Escritório de Práticas Jurídicas, envolvendo os estudantes de Direito do CH.

A aprovação de 18 alunos no último processo seletivo para a função de estagiário no Ministério Público da Paraíba é outra boa notícia festejada pelo curso de Direito do campus III. Os contratos de estágio serão assinados na próxima semana.

Por uma iniciativa da UEPB e após um convênio firmado no início deste ano entre o Tribunal de Justiça da Paraíba e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), foi lançado esta semana o projeto de assistência jurídica aos presos da comarca de Guarabira. A atividade envolve alunos do curso de Direito da UEPB no atendimento jurídico aos detentos, junto à Vara das Execuções Penais e encaminhamento de todo e qualquer benefício em favor dos apenados.

O Centro de Humanidades (CH) da UEPB, em Guarabira, promoverá o Seminário Diocesano sobre o Plebiscito Popular pelo limite da propriedade da terra, em parceria com a Diocese daquele município. O evento acontecerá nesta quinta-feira (26), a partir das 8h, no Auditório do CH, sob a temática “Pelo Direito à Terra e à Soberania Alimentar”. O Seminário busca discutir com os mais diversos segmentos da sociedade civil o tópico da propriedade rural, tendo em vista, igualmente, que haverá um plebiscito entre os dias 01 e 07 de setembro, organizado pela Diocese de Guarabira através das Pastorais Sociais.

O Centro de Humanidades (CH) da Universidade Estadual da Paraíba, instalado no Campus III, em Guarabira, promoverá, no dia 05 de junho, no Ginásio de Esportes “O Zenobão”, o 1º Torneio de Seleções Intercursos, que visa envolver os estudantes dos departamentos de História e Geografia, Direito, Letras e Educação em torno de práticas esportivas e de lazer.

O Centro de Humanidades da Universidade Estadual da Paraíba, campus de Guarabira, será sede do Fórum de Desenvolvimento Territorial Rural Sustentável do Piemonte da Borborema, no próximo dia 17 de março, a partir das 8h.

“Cidadania e Identidades Negras nas Escolas: Os Conteúdos de História, Cultura Afrobrasileira e Africana na Sala de Aula” é o mais novo Curso de Extensão da Universidade Estadual da Paraíba, a ser lançado pelo Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (Neab-í) e executado no município de Alagoa Grande-PB. O público-alvo é focado nos professores da Educação Básica de todas as áreas do conhecimento, gestores escolares e equipe pedagógica. Os interessados podem se  inscrever até 22 de março, das 8h às 11h30 e das 14h às 17h, na Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Alagoa Grande – PB.

Um projeto desenvolvido pelo professor Carlos Adriano, do Departamento de História, Câmpus III da Universidade Estadual da Paraíba, em Guarabira, propõe-se em analisar alguns aspectos dessas obras. O projeto de extensão intitulado "Uma ditadura (in)decente: sexo, censura e poder do cinema brasileiro (1964-1988)", faz uma criteriosa análise dos documentários produzidos durante a Ditadura Militar no Brasil e abre uma discussão bibliográfica sobre o tema. O primeiro encontro do grupo que está envolvido com o projeto ocorrerá na próxima sexta-feira (23) às 16h, no Câmpus de Guarabira.

O curso de Pedagogia do Campus III da Universidade Estadual da Paraíba, localizado em Guarabira, passou por vistoria técnica e pedagógica do Conselho Estadual de Educação, para avaliar suas condições de infraestrutura acadêmica e pedagógica de funcionamento, com vistas ao reconhecimento da referida graduação. Todos os espaços foram visitados pelos representantes do Conselho Estadual, que também fizeram o registro fotográfico dos equipamentos e espaços disponíveis no Departamento de Educação e na Coordenação de Pedagogia. Os diretores do Centro apresentaram as mudanças na infraestrutura do curso de Pedagogia, que antes funcionava no Departamento de Letras e Educação e que, a partir de 2011, foi dividido em dois departamentos.

O Centro de Humanidades (CH) da Universidade Estadual da Paraíba, em Guarabira, recebeu, esta semana, uma equipe da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), que fez uma visita técnica às várias dependências do CH, em especial na biblioteca, salas de aulas, secretaria da pós-graduação, sala de estudos, laboratório de informática e auditórios. A visita fez parte das etapas de avaliação da proposta de criação do Mestrado em História, no Campus III da UEPB. Na ocasião, além da inspeção na parte técnica, os avaliadores também se reuniram com o corpo docente da área, com o intuito de adequar o projeto às exigências da Capes. Segundo o diretor do CH, professor Belarmino Mariano, as orientações dos avaliadores são no tocante a investimentos na aquisição de mais obras em História, em especial os clássicos e livros de historiadores nacionais e internacionais relevantes para as linhas de História Cultura e demais conhecimentos historiográficos.

Pró-reitoria de Ensino de Graduação (PROEG) da Universidade Estadual da Paraíba publica hoje (25) a relação nominal dos alunos contemplados com uma vaga no Processo Seletivo para a Bolsa Manutenção, campi de Guarabira, Catolé do Rocha, João Pessoa, Monteiro, Patos e Araruna, juntamente com a lista de espera.

O curso de Direito do Campus II da UEPB, localizado em Guarabira, figura entre as 50 universidades com melhor índice de aprovação no resultado preliminar do exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

De acordo com o ranking divulgado pela OAB, a média de aprovação da Instituição no exame foi de 40%, o que enquadra a UEPB no 36º lugar. Se levarmos em conta apenas o desempenho das universidades estaduais presentes no levantamento, o curso de Direito do Campus II sobe para a 8ª posição. Na lista, há 13 universidades estaduais.

O conceito 4, em uma escala que vai de 0 a 5, no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade 2009), somado a uma média de 40% de aprovação nos últimos exames da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), faz  do curso de Direito da Universidade Estadual da Paraíba um dos melhores entre as universidades públicas  e privadas do País.  Para celebrar esse bom momento do curso, que é oferecido nos câmpus de Campina Grande e Guarabira, a OAB concederá a Instituição um selo de recomendação. O “Selo OAB” foi uma forma encontrada pela Ordem para aferir a qualidade do curso de graduação oferecida pelas Instituições de Ensino Superior (IES). Serão contemplados com o “Selo OAB” 90 cursos, dos 791 avaliados. A lista das universidades que receberão essa recomendação da Ordem dos Advogados foi divulgada na última quarta-feira (23). A seleção levou em conta o desempenho dos estudantes nos últimos três exames da Ordem e o conceito obtido pelo curso no último Exame Nacional de Desempenho de Estudantes, realizado em 2009.  O Diretor do Centro de Humanidades (CH) da UEPB, em Guarabira, Belarmino Mariano, atribui a conquista aos investimentos no que diz respeito a projetos de pesquisa e extensão, ao empenho da reitora Marlene Alves Souza Luna na qualificação do quadro docente, aos alunos e as melhorias na infraestrutura do CH.

O Departamento de Letras e Educação do Campus III da Universidade Estadual da Paraíba, localizado em Guarabira, realizará no dia 13 de setembro, às 19h30, no auditório do Centro de Humanidades (CH), a aula inaugural do Curso de Especialização em Literatura Comparada, que será ministrada pelo professor doutor Eduardo de Assis Duarte, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Importância para a memória, para História e para o Direito. Com essa premissa, um convênio entre a Universidade Estadual da Paraíba e o Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região (TRT-PB) foi celebrado na última quinta-feira (18), no gabinete da reitoria da UEPB. O convênio confirma a doação pelo Tribunal à UEPB de processos trabalhistas finalizados há pelo menos cinco anos e já sem valor legal. A doação irá inicialmente para o campus III da UEPB, em Guarabira, onde servirá para estudos históricos e acadêmicos para os cursos daquele campus e futuramente, para toda a Universidade. Presente à ocasião estava a reitora da UEPB, professora Marlene Alves e o presidente do TRT-PB, desembargador Paulo Maia Filho, que assinaram o convênio; o coordenador da Comissão de Avaliação de Processos e Documentos Administrativos (CPAD/TRT-PB), Normando Madeiro; a juíza do Trabalho e coordenadora do Memorial da Justiça do Trabalho (TRT-PB), Rosivânia Cunha; o diretor do Serviço de Documentação e Arquivo do TRT-PB, Walter Azevedo; o vice-reitor da UEPB, Aldo Maciel e o professor proponente do projeto de doação, Tiago Bernardon de Oliveira, além de outros docentes do Departamento de História do Centro de Humanidades (CH), em Guarabira.

Com o apoio do Centro de Humanidades (CH) da Universidade Estadual da Paraíba e do Centro de Referência em Direitos Humanos do Agreste, será realizado no dia 25 de agosto, na Câmara de Vereadores e no auditório do Campus III da UEPB, em Guarabira, o lançamento do documentário “Memórias de Fogo – Assis Lemos e as Ligas Camponesas”.  

O filme conta a história de sacrifício do ex-deputado socialista paraibano Francisco de Assis Lemos, preso, torturado e depois cassado pela ditadura militar logo nos primeiros dias do golpe militar de 31 de março de 1964.

O livro “História Local e Desenvolvimento Regional em Cidades da Paraíba” é a mais nova publicação organizada pelo professor da UEPB Juvandi de Souza Santos, trazendo 12 artigos de alunos do componente curricular “História regional e local”, do curso de História do campus III, localizado em Guarabira. Os alunos da disciplina produziram textos durante todo o ano letivo, de 2010.1 a 2011.1, sob orientação do professor Juvandi. O objetivo do trabalho, segundo o orientador, foi apreender material histórico sobre os municípios circunvizinhos da cidade de Guarabira, já que são poucos os estudos que tratam da historiografia local. “O ensino de história local é obrigatório, segundo os Parâmetros Nacionais Curriculares estabelecidos pelo Ministério da Educação”, explicou o docente.

A direção do Centro do Centro de Humanidades (CH), Campus III da Universidade Estadual da Paraíba, em Guarabira, comunica aos atuais gestores do CH e recém-eleitos para a gestão 2011-2013 que a posse dos cargos ocorrerá nesta sexta-feira (1º), às 16h30, seguida da Solenidade de Colação de Grau das turmas 2011.1.

Através de uma parceria entre a Universidade Estadual da Paraíba, Fundação Parque Tecnológico (PaqTcPB) e Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel) da Eletrobrás, foram inaugurados nesta segunda-feira (27), no Centro de Ciência e Tecnologia (CCT) da UEPB, em Campina Grande, dois novos laboratórios, o de Conservação de Energia Elétrica e o de Conforto Ambiental. O Centro de Humanidades (CH), em Guarabira, e o Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), em Catolé do Rocha, também foram beneficiados com o convênio com a Eletrobrás e já são detentores de laboratórios de Conservação de Energia Elétrica e de Conforto Ambiental.

 Campus III da Universidade Estadual da Paraíba, em Guarabira, promoveu na última sexta-feira (01º) a solenidade de colação de grau das turmas 2011.1, bem como a posse dos novos eleitos para diretoria do Centro de Humanidades (CH), chefes de departamentos, coordenadores de cursos e seus adjuntos para a gestão 2011-2013. As solenidades ocorreram no Maison D'Mel Laguna, naquele município. A formatura aconteceu às 18h, reunindo mais de 150 graduandos e tendo como paraninfo o juiz de Direito da Vara de Família de Guarabira Antônio do Amaral. Na ocasião, colaram o grau 53 alunos do curso de Geografia, 33 alunos do curso de História, 28 de Direito, 27 de Letras e 20 de Pedagogia.

Estão abertas até o dia 21 de março as inscrições para o curso de extensão “Cinema e Literatura”, promovido pelos Departamentos de História e Letras do Campus III da Universidade Estadual da Paraíba, em Guarabira. Estão sendo oferecidas 150 vagas e as aulas serão ministradas sempre às quintas-feiras das 16h às 19h pelos professores Carlos Adrianoe Eveline Alvarez.

Até hoje (06), a Secretaria de Estado da Educação (SEE) inscreve alunos que não participaram da seleção do PBVest e demais concluintes do Ensino Médio da rede estadual de ensino. O PBVest é efetuado numa parceria entre a UEPB e a SEE. A Instituição disponibilizou sete dos oito Campi existentes na Paraíba para a realização da iniciativa. O curso será ministrado em João Pessoa, Guarabira, Campina Grande, Cuité, Monteiro, Patos, Itaporanga, Catolé do Rocha, Cajazeiras, Souza, Princesa Isabel, Itabaiana, Santa Rita e Araruna, Alagoa Nova, Pombal, Picuí e Mamanguape. A seleção ocorreu no último domingo (19), em 18 cidades. A inscrição deve ser feita pelo portal da SEE, na página paraiba.pb.gov.br/educacao.

Com o intuito de desenvolver novas práticas pedagógicas e experiência de campo, alunos e professores dos cursos de Pedagogia, História e Letras do campus de Guarabira da UEPB, realizarão durante o mês de junho atividades solidárias e recreativas voltadas para o resgate da cidadania da comunidade local. A programação tem início hoje (08), a partir das 14h, com uma visita ao Albergue de Idosos São Vicente de Paula, em Guarabira.

Segundo a organizadora das ações, professora Rosilene Agapito, o objetivo é reunir as diversas turmas da graduação, com seus respectivos conteúdos pedagógicos, e criar atividades que mobilizem o Centro de Humanidades juntamente com a população daquele município, estimulando nos alunos o exercício profissional em paralelo as causas humanitárias.

Com o objetivo de levar conhecimentos básicos às pessoas que vivem próximas a sítios arqueológicos e aos visitantes desses locais, o Laboratório de Arqueologia e Paleontologia (LABAP) da Universidade Estadual da Paraíba lançou nesta terça-feira (24), no Campus III, em Guarabira, a “Cartilha de Educação Patrimonial”, de autoria do professor Juvandi de Souza Santos.

A Universidade Estadual da Paraíba, através da Coordenadoria de Assuntos Institucionais e Internacionais (CAII), informa à comunidade acadêmica da UEPB os critérios e o resultado da seleção dos alunos escolhidos para participação no programa TOP-ESPANHA, oferecido pelo Banco Santander em parceria com a Instituição. Os alunos selecionados foram Wildemar Stefanio Pereira Carvalho, do curso de Química, Campus I, em Campina Grande, e Vivicléa de Oliveira Soares, estudante de Direito no Campus III, em Guarabira.

O Centro Acadêmico de Direito (CADI) do campus de Guarabira da Universidade Estadual da Paraíba, em parceria com o Centro de Referência em Direitos Humanos do Agreste (CRDHA-PB), promoverá nos dias 24 e 25 de maio a 1ª Jornada de Direitos Humanos do Agreste Paraibano. No evento, serão discutidos e debatidos vários temas referentes ao tópico principal e também ao meio ambiente, cultura afro-brasileira e educação, entre outros. As inscrições acontecem no CADI e no CRDHA-PB, nos três turnos. Ambos os Centros funcionam no Centro de Humanidades (CH), campus de Guarabira. As palestras também ocorrerão no Auditório do CH e incluem professores da UEPB e convidados de outras instituições.

m parceria com a Secretaria de Cultura do Estado da Paraíba, o campus III da Universidade Estadual da Paraíba, instalado em Guarabira, será sede do “1º Seminário Paraíba e Políticas Públicas de Cultura para o Desenvolvimento Sustentável”, que acontecerá nesta quinta-feira (19), no Auditório do Campus, das 9 às 16h. O evento tem em vista incentivar os municípios para que sejam habilitados a obter investimentos do Ministério da Cultura, além de discutir questões sobre como assinar o Acordo de Cooperação junto ao Ministério, para a adesão do município ao Sistema Nacional de Cultura. Este sistema visa uma integração do desenvolvimento social, em exercício dos direitos culturais e acesso às fontes da cultura nacional

O Centro de Humanidades (CH) da Universidade Estadual da Paraíba, localizado no Campus III, em Guarabira, está com inscrições abertas para o processo seletivo da primeira turma do curso de pós-graduação Lato Sensu em Direitos Fundamentais e Democracia, através da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (PRPGP). Ao todo, estão sendo disponibilizadas 30 vagas e as inscrições gratuitas poderão ser feitas até o dia 20 de abril, nos dias úteis, das 07h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h, na Secretaria dos Cursos de Especialização do CH, ou via postal, de acordo com informações do edital. As aulas acontecerão às sextas-feiras, das 17h30 às 22h, e aos sábados, das 07h30 às 12h.

"Cidadania e Identidades Negras nas Escolas: Os Conteúdos de História, Cultura Afrobrasileira e Africana na Sala de Aula" foi o mais novo Curso de Extensão da Universidade Estadual da Paraíba, lançado pelo Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (Neab-í) e executado no município de Alagoa Grande-PB. O projeto foi realizado pelo Departamento de Geografia e História do Centro de Humanidades, campus III da UEPB, em Guarabira e possivelmente contribuiu para a conquista do Selo de Educação para a Igualdade Racial, prêmio nacional recebido recentemente pela Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental Firmino Santino da Silva - Escola Quilombola em Alagoa Grande e única em todo o Estado da Paraíba a ser agraciada.

Com o apoio da Universidade Estadual da Paraíba será realizado na próxima quinta-feira (17), às 8h, no auditório do Campus III em Guarabira, o seminário “Saúde da mulher negra e implementação de políticas públicas”, direcionado aos estudantes universitários, professores e a população em geral. O evento é promovido pela Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana, em parceria com Universidade Estadual da Paraíba, contando também com o apoio do Serviço de Educação Popular (Sedup) e do Centro de Referência em Direitos Humanos do Agreste da Paraíba. Um dos objetivos do seminário é apresentar o resultado do projeto de pesquisa “Saúde Reprodutiva de Mulheres Negras: vulnerabilidade, percepções de saúde e tratamento às gestantes da grande João Pessoa”, efetivado pela Organização de Mulheres Negras na Paraíba - Bamidelê e pelo Departamento de Biologia Molecular do Centro de Ciências Exatas e da Natureza (CCEN) da UFPB, com o apoio do Programa Nacional de DST/AIDS do Ministério da Saúde.

UEPB Guarabira, um evento para Institucionalização do Fórum de Cultura do Brejo, a partir das 13h30. A ação tem apoio da UEPB e contará com a presença de centenas de artistas de mais de 30 municípios da região. O diretor do Centro de Humanidades, professor Belarmino Neto, comentou que de acordo com a diretora de Cultura da Região do Brejo, Silvânia Rodrigues Nunes, a consolidação do Fórum de Cultura fortalecerá os artistas locais para que se organizem em torno dos projetos e editais que serão publicados na área de teatro, música, artes plásticas, dança, artesanato, entre outras. E a UEPB, claro, beneficia-se por estar presente em tal ação, uma vez que é uma de suas missões investir em cultura como parte do processo educativo. 

A Comissão Permanente do Vestibular (COMVEST) da Universidade Estadual da Paraíba, em caráter excepcional, divulgou nesta terça-feira (22), a terceira lista de remanejados do Vestibular 2011, especificamente para o curso de Direito do campus de Guarabira. Todos os candidatos classificados na 2ª entrada do referido curso deverão comparecer até a próxima segunda-feira (28), das 8 às 12h, à coordenação de Direito do Campus III.

Uma pesquisa acadêmica encabeçada pelo integrante do Departamento de História da UEPB, professor Juvandi de Souza Santos, resultou recentemente na publicação de mais um livro, o 19º de sua coleção. A obra possui 267 páginas, sendo denominada “A escavação arqueológica da necrópole Sítio Pinturas I, na APA das Onças, em São João do Tigre: traços indeléveis dos indígenas Cariris nos Sertões da Paraíba”. O material publicado não será comercializado, mas distribuído entre várias universidades brasileiras e do exterior, além de entregue às prefeituras do Cariri Oriental e Cariri Ocidental do Estado - regiões estudadas durante os trabalhos. Outros volumes estarão disponíveis nas bibliotecas Central e setoriais da UEPB.

O Centro de Humanidades (CH) da Universidade Estadual da Paraíba, instalado no Campus III, em Guarabira, realizará nesta quarta-feira (16), a partir das 19h, uma aula inaugural voltada aos alunos do Campus. O evento - que marca o retorno às atividades acadêmicas - terá como receptáculo o Auditório do CH, sendo ministrado pela reitora da UEPB, professora Marlene Alves Sousa Luna, que discorrerá sobre “O papel da UEPB no desenvolvimento do Estado da Paraíba”. No mesmo dia e local também ocorrerá a “1ª Jornada Paraibana pelo Desenvolvimento do Brejo e Região”, através do Movimento de Mobilização Social.  Participarão da iniciativa cerca de 30 representantes de entidades de Guarabira e outros municípios.

A Universidade Estadual da Paraíba prossegue com inscrições abertas para o processo seletivo de ingresso a terceira turma do curso de Especialização em Geografia e Território. Vinculado ao Departamento de História e Geografia do Centro de Humanidades (CH), no campus de Guarabira, o curso é destinado a geógrafos e graduados em áreas correlatas. Serão ofertadas 30 vagas, sendo 50% destinadas aos profissionais de instituições públicas, privadas e da sociedade civil, que possuam convênio e parcerias com o curso de Especialização. Com enfoque no campo do Planejamento Urbano, Rural e Ambiental, de caráter lato sensu, com duração de 390 horas, incluindo aulas práticas, a pós-graduação tem como linhas de pesquisa, os temas: Planejamento do Meio Físico/Ambiental; Planejamento Técnico: Cartografia e Sistemas de Informações Geográficas; Geografia do Turismo e Planejamento Territorial; e Planejamento Territorial Urbano e Rural.

A Coordenação da Especialização em História Cultural do Departamento de Geografia e História, do Centro de Humanidades da Universidade Estadual da Paraíba, em Guarabira, lançou o Edital 2011 para o Curso de Especialização em História Cultural. Para os interessados, as inscrições já começaram e seguem até o dia 24 de fevereiro, via online, através do endereço http://especializacao.uepb.edu.br/index.php/inscricoes. O curso oferece 35 vagas, tem carga horária de 360 horas/aula e ocorrerá às quintas e sextas, das 8 às 13h, no Campus III da UEPB, Centro de Humanidades, Coordenação de História, Rodovia PB 075, nº 2001, Bairro de Areia Branca, em Guarabira. A prova escrita, de caráter eliminatório, acontece no dia 03 de março de 2011, das 13 às 18h. A seleção abrangerá  ainda análise da proposta de pesquisa, entrevista e análise do currículo.

Na última sexta feira (14), o campus de Guarabira da Universidade Estadual da Paraíba realizou sua cerimônia de colação de grau. A solenidade aconteceu à noite, na Maison D’Mel, com a presença de formandos de todos os cursos, juntamente com seus familiares, tendo o professor Eli Brandão como representante da reitora Marlene Alves.

A novidade deste ano é que o campus III teve sua primeira turma de formandos do curso de Pedagogia. Receberam o grau acadêmico 57 alunos do curso de Geografia, 36 alunos do curso de História, 27 formandos de Letras, 17 do curso de Direito, e 13 advindos do curso de Pedagogia. A paraninfa geral das turmas 2010.2 foi a professora aposentada do Centro de Humanidades – Guarabira, Elide de Lima Barbosa. A função de orador oficial coube ao formando do curso de História, João Maria Cardoso e Andrade.

O professor do Departamento de História do campus III da Universidade Estadual da Paraíba,  localizado em Guarabira, Juvandi de Souza Santos, recebeu recentemente um convite para compor um grupo de pesquisa internacional.  Denominado Programa de Pesquisas Interdisciplinares da Região Platina Oriental (PROPRATA), o grupo recebe apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), já efetuou  trabalhos nos Estados Unidos e Argentina, configurando-se como dos mais atuantes das Américas. Visa estudar as missões religiosas - principalmente as Jesuíticas - instaladas no Brasil no período imediato ao contato.

Alunos da turma 2006.2 de Direito Ambiental, do Campus III da UEPB - localizado na cidade de Guarabira - produziram e apresentaram um programa de rádio, com duração de 30 minutos, intitulado “Ouvindo Direito”, exclusivamente com matérias e reportagens sobre essa área, na Rádio Constelação FM, daquele município. A atividade visava ao estímulo da interação com a sociedade e abordou temas diversos, como desmatamento, poluição sonora e visual, nova lei federal que trata de resíduos sólidos, poluição dos oceanos, entre outros.

O professor do curso de Direito do campus III da Universidade Estadual da Paraíba, em Guarabira, Bruno César Azevedo Isidro, concorre como finalista ao “I Prêmio Conciliar é Legal”, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na categoria Juiz Individual com o projeto “Selo Amigo da Conciliação”. Bruno Azevedo também é juiz titular da 1ª Vara da cidade e escolheu o tema “Paz Duradoura”. A entrega do prêmio será no dia 7 de dezembro, no Rio de Janeiro.

O Campus III da Universidade Estadual da Paraíba, localizado em Guarabira, realizará nesta quarta-feira (29), às 19h, no auditório da Instituição, a palestra “A corrupção no processo eleitoral e a corrupção nos Poderes Públicos”, em apoio à campanha educativa “Por uma eleição sem corrupção”. O objetivo da iniciativa é incentivar à conscientização dos jovens eleitores a respeito do processo democrático da escolha dos governantes.

O diretor do Centro de Humanidades da Universidade Estadual da Paraíba, professor Belarmino Mariano Neto, foi agraciado hoje (21) com o título de cidadão guarabirense, por meio da Câmara Municipal de Guarabira. A solenidade aconteceu no Plenário Vereador Geraldo Albuquerque Cabral, localizado na Rua Solon de Lucena, 45, no Centro daquele município. Na oportunidade, Berlarmino também foi convidado a discorrer acerca do tema “Direitos Humanos”, com a participação do Centro de Referência dos Direitos Humanos do Campus III da UEPB.

Um projeto de extensão principiado no Campus III da Universidade Estadual da Paraíba tem adquirido destaque não apenas no Estado, mas em âmbito nacional. Trata-se da iniciativa “Educação para os presos”, que será oficialmente lançada no dia 24 deste mês, às 16h, na Penitenciária João Bosco Carneiro, em Guarabira, com a presença da reitora Marlene Alves e do governador em exercício, desembargador Luiz Sílvio Ramalho Júnior. Idealizado em 2006 pelo juiz e professor de Direito da UEPB, Bruno César Azevedo, o projeto tem como finalidade buscar soluções para a reintegração dos presos na sociedade e ocupar o tempo ocioso dentro dos presídios, através de atividades educacionais. 

A Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (PROEAC) da Universidade Estadual da Paraíba, através do Departamento de Geo-História do Campus III, em Guarabira, vem realizando, desde o último mês de março, o curso de extensão “Cidadania e Identidades Negras nas Escolas”. A atividade acontece em Alagoa Grande, com o objetivo de capacitar os professores que lecionam na rede pública municipal daquela localidade do brejo paraibano, berço do Rei do Ritmo, Jackson do Pandeiro.

O Campus III da UEPB, localizado em Guarabira, celebra a aprovação dos alunos do curso de Direito em exames e estágios, bem  como excelentes resultados em atividades relacionadas ao Centro de Referência em Direitos Humanos do Agreste - CRDHA/PB. Além disso, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) daquele município efetuou uma parceria com o Centro de Humanidades (CH), para instalação do Escritório de Práticas Jurídicas, envolvendo os estudantes de Direito do CH. “Esta parceria é muito importante. Facilitará o acompanhamento dos processos na prática, por parte dos estudantes. Ela também contempla a instalação de atividades jurídicas do CRDHA/PB”, comentou o diretor do CH, Belarmino Mariano Neto.

Por uma iniciativa da UEPB e após um convênio firmado no início deste ano entre o Tribunal de Justiça da Paraíba e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), foi lançado esta semana o projeto de assistência jurídica aos presos da comarca de Guarabira. A atividade envolve alunos do curso de Direito da UEPB no atendimento jurídico aos detentos, junto à Vara das Execuções Penais e encaminhamento de todo e qualquer benefício em favor dos apenados. O projeto de assistência jurídica é coordenado pela professora em Direito Processual Penal, Kilma Maysa, e contará com 15 estudantes que, voluntariamente, prestarão os serviços.

O Centro de Humanidades (CH) da UEPB, em Guarabira, promoverá o Seminário Diocesano sobre o Plebiscito Popular pelo limite da propriedade da terra, em parceria com a Diocese daquele município. O evento acontecerá nesta quinta-feira (26), a partir das 8h, no Auditório do CH, sob a temática “Pelo Direito à Terra e à Soberania Alimentar”. O Seminário busca discutir com os mais diversos segmentos da sociedade civil o tópico da propriedade rural, tendo em vista, igualmente, que haverá um plebiscito entre os dias 01 e 07 de setembro, organizado pela Diocese de Guarabira através das Pastorais Sociais.

O Centro de Humanidades (CH) da Universidade Estadual da Paraíba, localizado no campus III, em Guarabira, vem divulgar o novo o sítio eletrônico do Centro de Referência em Direitos Humanos do Agreste da Paraíba (CRDHA-PB). Agora, os interessados podem acessar http://direitoshumanosagreste.blogspot.com e também enviar artigos sobre questões relativas ao assunto, através do e-mail: crdhapb@gmail.com

Reconhecido nacionalmente por suas pesquisas no campo da arqueologia pré-histórica paraibana, o professor do Departamento de História e Geografia da Universidade Estadual da Paraíba, em Guarabira, Juvandi de Sousa, terá agora seus trabalhos apreciados em ares internacionais. Em ocasião recente, o professor foi convidado para palestrar na comuna francesa de Bois-Colombes – norte da França – para o Clube de Espeleologia “Terre et Eau”.

Teve início, na última segunda-feira (24), a 5ª Semana de Humanidades da Universidade Estadual da Paraíba, um evento científico-cultural organizado pelo Centro de Humanidades (CH), do campus da UEPB em Guarabira. Neste ano, a ocasião reúne aproximadamente 1.200 trabalhos inscritos, oriundos de vários estados do Nordeste. Com o tema “Interface dos Saberes, Formação Docente e Diversidade Cultural”, a palestra de abertura foi proferida pela professora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Marilene Salgueiro, e contou com a participação, nos debates, do Pró-Reitor de Planejamento da UEPB, professor Rangel Júnior. Na mesma noite, ocorreram as mesas redondas, discutindo temas variados, a exemplo de cultura popular, políticas públicas e educação, além de questões relacionadas aos direitos humanos e educação.

O Centro de Humanidades (CH) da Universidade Estadual da Paraíba, instalado no Campus III, em Guarabira, promoverá, no dia 05 de junho, no Ginásio de Esportes “O Zenobão”, o 1º Torneio de Seleções Intercursos, que visa envolver os estudantes dos departamentos de História e Geografia, Direito, Letras e Educação em torno de práticas esportivas e de lazer. As inscrições dos times estão sendo realizadas até a próxima segunda-feira (31), na sala dos Centros Acadêmicos (CA) e do Diretório Central dos Estudantes (DCE). 

Quem não gosta do frescor e do aroma das flores do campo? Provavelmente, a partir da idealização desta atmosfera, a professora de Letras do campus III da Universidade Estadual da Paraíba, Wanilda de Lima, resolveu lançar o projeto “Flores no campus com flores do campo”. A iniciativa já recebeu apoio da direção do Centro de Humanidades (CH), em Guarabira, e tem como premissa semear flores no jardim do Campus III, um trabalho coletivo em que os interessados serão responsáveis por trazer de casa, uma muda adequada ao jardim. Observando os canteiros do CH quase vazios de flores, com o solo impactado pelos anos sem cobertura vegetal, a professora lembrou-se de outros tantos belos quintais bem cuidados de sua memória. “Cheios de roseiras, de cravos, margaridas, violetas e tantas outras flores nativas de nossa terra”, disse. No Centro, existem mais de 2.500 estudantes, dezenas de professores e servidores técnico-administrativos, que, segundo a professora, são sensíveis à natureza. “Sei que muita gente observa essa escassez de flores em nossos canteiros e comecei então a sonhar com doações de pequenas mudas, já prontas para serem transplantadas para os canteiros”, acrescentou.

Inserida na programação da V Semana de Humanidades, promovida pelo campus III da Universidade Estadual da Paraíba, acontecerá, nesta quinta e sexta-feira (27 e 28 de maio) a “III Mostra em Pedagogia – Fazendo Ciências”. O  evento será sediado no Centro de Humanidades (CH), em Guarabira,  abordando a temática “O Planeta Terra precisa de ajuda. O que fazer?”.

O Centro de Humanidades da Universidade Estadual da Paraíba, campus de Guarabira, será sede do Fórum de Desenvolvimento Territorial Rural Sustentável do Piemonte da Borborema, no próximo dia 17 de março, a partir das 8h. Segundo o professor Belarmino Mariano, diretor do CH, a UEPB faz parte das instituições que articulam o Fórum sobre o território do Piemonte da Borborema. O evento terá como pauta, entre outros, informes e planejamento das ações 2010.

Surgido da experiência do curso de Especialização em Geografia e Território do Centro de Humanidades (CH) da Universidade Estadual da Paraíba, será lançado, no próximo dia 09 de fevereiro, às 14h30 e às 19h30, o livro “Geografia e Território – Planejamento urbano, rural e ambiental”, proveniente da editora Idéia, organizado pelos professores do Departamento de História e Geografia do CH, Belarmino Mariano Neto e Luciene Vieira de Arruda. O lançamento acontece no Auditório do Centro de Humanidades, campus III da UEPB, em Guarabira. Segundo o professor Belarmino, o livro é formado pelos melhores artigos de alunos e professores, produzidos pela turma de especialização 2008/2009. “São 326 páginas com 23 artigos divididos nas áreas de planejamento territorial urbano e rural, planejamento do meio físico, planejamento técnico, cartografia e sistemas de informação geográfica, além de geografia do turismo e planejamento territorial”, acrescentou.

Neste mês, mais especificamente, no último dia 11, Oswald de Andrade completaria 120 anos. Extrovertido e provocador - é assim que alguns críticos literários o definem. Contudo, para além das análises de comportamento, a professora de Lingüística e Literatura da Universidade Estadual da Paraíba, Vanilda Lira Vidal de Lacerda, oriunda do Centro de Humanidades, Campus III, localizado em Guarabira, considera Andrade um dos gênios fundamentais para a renovação da cultura brasileira do século XX, fortalecendo, igualmente, a identidade do país.


 Professores Belarmino Mariano Neto e Agassiz Almeida Filho (Direção do CH)



Guarabira, 21 de Março de 2012

Nenhum comentário: