sexta-feira, 10 de maio de 2013

Elizabeth Teixeira no Lançamento do Livro sobre João Pedro Teixeira

Elizabeth Teixeira vivi ontem alguns fragmentos de tua memória, pude perceber que nem mesmo o sofrimento, conseguiu te roubar a alma e o espírito de luta. Tua beleza em rugas tatua minha memória, tua velhice de 88 anos afirma que a luta continua e que as flores rebrotam em todas as primaveras. Foi meu sentimento diante de Elizabeth, Mulher forte e que teve como sina, ser a viúva do maior líder camponês do Brasil.


Belarmino Mariano ao lado de Elizabeth Teixeira, Foto de Luciano Nascimento, 09/05/2013.
  • O lançamento aconteceu no dia 09 de maio de 2013, a partir das 15 horas na Assembléia Legislativa da Paraíba. Com a presença de figuras históricas como Elizabeth Teixeira, Juliana Elizabeth Teixeira Do Nascimento, Agassiz Almeida, Assis Lemos, Waldir PorfírioCarlos Azevedo, Frei Anastácio, Luciano Nascimento Silva, Estudantes, professores, lideranças políticas, jornalistas, radialistas, etc.
  • Aqui vai uma dura crítica a todos os deputados do Estado da Paraíba, que deixaram o Deputado Frei Anastácio Sozinho, desprestigiando sua petição de Sessão Especial - Acho que houve falta de assessoria política de alguns, falta de compromisso com a História Recente da Paraíba e também uma clara posição ideológica de boicote, contra a memória das Ligas Camponesas da Paraíba. Me estranhou a ausência dos deputados da Região do Agreste e Brejo, em especial os de Guarabira, pois João Pedro Teixeira foi filho de Guarabira, pois nasceu em Pilõezinhos, que em 1918 era Distrito de Guarabira. Vejo com preocupação essa tentativa de esvaziamento político da Assembléia Legislativa, em especial no momento em que grupos que se dizem da Esquerda democrática, nem pisaram os pés na Assembleia. 
  • Mas isso foi apenas um detalhe que em nada ofuscou a brilhante homenagem a Elizabeth Teixeira e seus familiares, pois fragmentos memoráveis da vida, luta e morte de João Pedro foram transformadas na primeira biografia de sua história. Livro que deve ser apreciado por todos os paraibanos.
  • Parabenizar os professores de Geografia e História de duas escolas de Sapé, que lotaram a plenária e as galerias da Casa de Epitácio Pessoa, em especia a Rosimere Andrade e Maria José Pequeno, em nome das quais saudamos a todos os demais professores e estudantes.
  • Destacar a presença do professor Luciano Nascimento da Silva, Coordenador do Centro de Referencia em Direitos Humanos do Agreste da Paraíba/UEPB que além de prestigiar o evento, nos brindou com um importante Álbum fotográfico que segue ao final desse artigo.


         Foto: AGRADECIMENTOS DO AUTOR

Os agradecimentos do autor a todos aqueles que apostaram no projeto do livro JOÃO PEDRO TEIXEIRA - UM MÁRTIR DO LATIFÚNDIO, lançado no último dia 9 de maio de 2013, na Assembleia Legislativa. Ao professor Belarmino Mariano (diretor da UEPB/Guarabira), pelo primoroso prefácio e pelas elogiosas palavras sobre a obra, chegando a afirmar que o livro é um "best seller" de nível paraibano e recomendando o trabalho às escolas públicas e privadas do Estado. Ao professor, antropólogo e membro do IPHAEP, Carlos Alberto Azevedo, que com muita competência fez uma análise crítica sobre o livro e corroborou as palavras do professor Belarmino. Agradeço ainda às presenças de Agassiz Almeida (ex-deputado, ex-preso político e hoje escritor de renome nacional), de Assis Lemos (ex-preso político, torturado e autor do livro "Nordeste - O Vietnã que não houve", este, sim, um best-seller), ao amigo Waldir Porfírio (advogado e integrante da Comissão da Verdade) e ao frei Anastácio, pela apresentação do requerimento que possibilitou a sessão especial e por ser um entusiasta da causa dos camponeses. Agradeço ainda aos familiares de dona Elizabeth Teixeira e a todos aqueles que vieram de outros municípios, como o professor Waldir Meireles e a professora Juliana Teixeira (esta neta de João Pedro Teixeira) que vieram de Sapé conduzindo um grupo de professores e estudantes. Esteve presente também o professor José Otávio de Arruda Melo, um estudioso do tema e um pesquisador incansável. Não poderia esquecer o trabalho do Cerimonial da Assembleia Legislativa, que atuou com muita competência na recepção dos convidados e na organização do evento. 
Enfim os meus sinceros agradecimentos por aquele momento de felicidade que o trabalho sobre João Pedro Teixeira me proporcionou ao reunir pessoas que carregam si uma parte importante da história do país. 

A todos um abraço e os meus agradecimentos. Nonato Nunes (O Autor)

         Nonato Nunes em seu facebook, fez os agradecimentos a todos aqueles que apostaram no projeto do livro JOÃO PEDRO TEIXEIRA - UM MÁRTIR DO LATIFÚNDIO, lançado no último dia 9 de maio de 2013, na Assembleia Legislativa.

      Professor Belarmino Mariano (Prefaciador da obra).
Ao professor Belarmino Mariano (diretor da UEPB/Guarabira), pelo primoroso prefácio e pelas elogiosas palavras sobre a obra, chegando a afirmar que o livro é um "best seller" de nível paraibano e recomendando o trabalho às escolas públicas e privadas do Estado. 

 Prof. Carlos Azevedo (Comentador da obra).

Ao professor, antropólogo e membro do IPHAEP, Carlos Alberto Azevedo, que com muita competência fez uma análise crítica sobre o livro e corroborou as palavras do professor Belarmino. Sua analise fundamentou o livro entre uma das mais importantes biografias jornalisticas da atualidade. Relembrou e destacou as biografias produzidas por importantes jornalistas brasileiros e estrangeiros. Revelou que a obra além de ser biográfica e romancista com veias poéticas, com nuances de detalhes sobre a vida de João Pedro que precisam ser conhecidas por todos os que guardam a memória de uma passado recente em relação as lutas camponesas da Paraíba.

 
Mesa solene e com destaques para Elizabeth, Frei Anastácio, Waldir Porfírio, Agassiz Almeida, Belarmino, Assis Lemos e Carlos Azevedo.

O autor agradeceu ainda às presenças de Agassiz Almeida (ex-deputado, ex-preso político e hoje escritor de renome nacional), de Assis Lemos (ex-preso político, torturado e autor do livro "Nordeste - O Vietnã que não houve", ao amigo Waldir Porfírio (advogado e integrante da Comissão da Verdade) e ao Deputado Frei Anastácio, pela apresentação do requerimento que possibilitou a sessão especial e por ser um entusiasta da causa dos camponeses. Waldir Porfírio que no evento representou o Governador Ricardo Coutinho, que em seu governo já estabeleceu uma linha de recuperação da memória de João Pedro Teixeira, assinando a desapropriação do sitio em que viveu para a instalação do Memorial das Ligas Camponesas, bem como a instalação da comissão da verdade na Paraíba.

 Elizabeth Teixeira (Homenageada)

Nonato Nunes agradeceu ainda aos familiares de dona Elizabeth Teixeira e a todos aqueles que vieram de outros municípios, como o professor Waldir Meireles e a professora Juliana Teixeira (esta neta de João Pedro Teixeira) que vieram de Sapé conduzindo um grupo de professores e estudantes. Esteve presente também o professor José Otávio de Arruda Melo, um estudioso do tema e um pesquisador incansável. Não poderia esquecer o trabalho do Cerimonial da Assembleia Legislativa, que atuou com muita competência na recepção dos convidados e na organização do evento. Enfim os meus sinceros agradecimentos por aquele momento de felicidade que o trabalho sobre João Pedro Teixeira me proporcionou ao reunir pessoas que carregam si uma parte importante da história do país. 

 A obra de Nonato Nunes

Aqui fica a sugestão de leitura para todos os paraibanos e paraibanas que acreditam na luta por melhores dias para os camponeses brasileiros.

Veja Álbum de fotos produzidas pelo prof. Luciano Nascimento e Belarmino Mariano:
http://www.facebook.com/photo.php?fbid=601554063189650&set=a.601552663189790.1073741865.100000051843762&type=1&theater

Nenhum comentário: